Como Fazer Espetinhos de Frango

Apresentar uma ampla variedade de espetinhos de churrasco é básico para inaugurar um negócio com bases seguras.

Mesmo assim a dúvida pode existir para muitos: que tipo de carne de churrasco devo trabalhar?

A verdade é que varia muito do que você disponibiliza oferecer para o seu freguês e até mesmo o tipo de consumidor que você possui.

Elaborar uma pesquisa prévia de mercado e analisar que lugar você irá abrir seu businnes pode apresentar para você qual dimensão será desejado para o seu empreendimento e o que você poderá propor nele.

Não adianta trabalhar com carnes nobres, por exemplo, se a sua freguesia, ou seja, o qual mais frequenta seu negócio, não possui condições para pagar por isso.

Todavia, atente-se: apresentar produtos de acordo com seu público não quer afirmar, que será um uma carne de natureza ruim.

Algumas características são fundamentais para fazer um espetinho ou churrasco de bem sucedido:

Evite decidir por carnes duras
Escolha carnes pouco gordurosas
Atenção com carnes que possuem nervos.

Que bom que fazer acessórios para churrasco é menos complicado do que fazer o churrasco propriamente dito.

Se for você mesma preparar, isso vai te garantir economia, mas atenção pois a primeira coisa a se fazer, é a obtenção da carne.

Para você acertar e não ter problema de apresentar carne dura, opte entre duas opções de carne, o Miolo de Alcatra ou a Fraldinha, essas são opções que com certeza lhe garantirá uma carne deliciosa ao fazer o seu espetinho.

Tempere pelo menos com um dia de antecedência do churrasco para que a carne pegue o sabor, e atente-se na quantidade, pois com a festa rolando, você não conseguirá elaborar todo o preparo novamente.

O espeto no palito é o tipo de churrasco que mais indico para fazer, basta observar no ponto certo da carne, só não deixe a carne torrar, pois a sua fama de mal churrasqueiro vai se espalhar bem rápido, rs. Mestre do Espetinho.

Se o seu evento for acima de cinquenta amigos, a vantagem do carne no palito, é que você consegue assar antecipadamente e armazenar em uma recepiente térmico, dessa forma é possível controlar e ter garantido que as pessoas não fiquem no aguardo da carne ficar preparada na churrasqueira.

Curso Mestre do Espeto

Essa técnica é muito utilizada por empresas especializadas em buffet de Churrasco, principalmente para eventos de maior porte.

o que acompanhar no para churrasco: quais os melhores?

O acompanhamento para churrasco deve ser do gosto da maioria, até porque tem quem não goste de laranja e tem quem não goste de vinagrete.

Para conheçer todas as dicas de como preparar espetinhos saborosos e que vendem.

Clique no link que está abaixo:

Churrasquinho Kafta

 

Pensadores

Desde a Antiguidade, uma questão importante ronda a Filosofia, a mãe de todas as ciências: existiria uma idade mínima para aprender o filosofar?

Platão, por exemplo, estava entre aqueles que julgava que a filosofia não deveria ser ensinada às crianças, exatamente porque elas não tinham maturidade suficiente para dar conta dos conceitos filosóficos. Porém, ele afirmava: “Procure a verdade enquanto você é jovem, pois se você não o fizer, ela escapará de suas mãos”. E algum tempo depois vemos Epicuro dizer, em sua belíssima “Carta sobre a felicidade”: “Quem afirma que a hora de dedicar-se à Filosofia ainda não chegou, ou que ela já passou, é como se dissesse que ainda não chegou ou que já passou a hora de ser feliz.”

É levando em conta este salutar desafio de ensinar a filosofia, mas entendendo os limites do aprendizado conceitual das crianças e dos mais jovens, que a coleção Pequeno Filósofo, publicada pelo selo Martins, da Martins Fontes, apresenta uma forma literária e divertida de estimular o pensamento. Ela transita em temas como ética, humanidade, valores e até mesmo a teoria da relatividade de um modo lúdico e sempre misturando o conhecimento à ficção, contando a história dos filósofos e de suas ideias numa narrativa inteligente e repleta de ação. Uma maneira, aliás, muito apropriada de unir filosofia e vida.

Um dos belos livros desta coleção chama-se “Diógenes, o Homem-Cão”, de Yan Marchand. Aqui os jovens leitores se veem em meio à Grécia Antiga, fazendo parte das aventuras do jovem Andróstenes, que é enviado a Atenas, por seu pai, para aprender filosofia. Porém, quando chega lá, ele se depara, na praça do mercado ateniense, com um “mendigo”, que segurando uma lamparina acesa em pleno dia, dizia procurar “um homem de verdade”. Embora tenha sido enviado para frequentar a Academia de Platão, o jovem é seduzido pelas ideias do grande Diógenes (o homem da lamparina), que acaba por modificar a sua vida e a de sua família. Até Alexandre, o Grande, se curva à força de caráter desse grande sábio, quando os dois se encontram num dos momentos mais marcantes da história.

error: Content is protected !!